‘O ambiente do DCC estimula a inovação e a pensar ‘fora da caixa’ para resolver os problemas de pesquisa’, afirma ex-aluno do mestrado

Matheus Salgueiro Castanho se formou no mestrado do Departamento de Ciência da Computação em março de 2020, orientado pelo professor Marcos Augusto Menezes Vieira. Com o trabalho voltado na área de Redes de Computadores, o ex-aluno trabalhava no Laboratório Wireless Networks (WINet) e mantinha contato direto com os outros alunos e professores responsáveis pelo Laboratório. “Foi um período muito marcante e agregador, aprendi muito. O contato com as pessoas e o ambiente no dia a dia, solucionar problemas e auxiliar os demais colegas em suas pesquisas foi muito enriquecedor. Consegui ter contato com áreas que não tinha familiaridade e desenvolvi habilidades que acredito terem sido diferenciais em minha entrevista de emprego na IBM, onde estou até os dias de hoje”, contou.

Segundo o ex-aluno, tudo que passou durante o mestrado o preparou para o mercado e as necessidades no trabalho, o embasando para solucionar problemas de diversas áreas. “Hoje trabalho com otimização de bibliotecas para os processadores Power da IBM, o que não é exatamente a área da minha pesquisa, mas, sim, de Compiladores, mas tudo que passei no mestrado, desde as disciplinas até o tempo que permaneci no Laboratório me deram uma ótima base para os desafios do dia a dia na IBM”, afirmou. Outro ponto destacado pelo ex-estudante, foi a orientação. “Aprendi muito com o professor Marcos Vieira, ele tinha uns insights de pesquisa interessantes, fora os desafios que propunha sempre. Conseguimos publicar diversos artigos, participei de outros com os colegas, apresentei mini-cursos em congressos, escrevi capítulos de livros. Havia o estresse pelo tempo curto, mas a experiência adquirida foi enorme”, relatou.

De acordo com o ex-aluno, outros diferenciais do DCC que agregaram e o ajudaram a crescer em sua vida profissional  são a grande visibilidade e respeito que o Departamento tem externamente, além do constante incentivo ao desenvolvimento dos alunos e um ensino de extrema qualidade. “O ambiente do DCC estimula a inovação e a pensar ‘fora da caixa’ para resolver os problemas de pesquisa. Havia diversos eventos, palestras e contatos com as empresas, entre outras atividades que nos estimulavam. Participava sempre que possível. Só de ter no currículo que fiz o mestrado no DCC tem um peso enorme”, disse.

Ao final do mestrado, Matheus começou a trabalhar na IBM, período em que teve dificuldade para conciliar a escrita da dissertação, o trabalho e a mudança de estado. “Foi um período muito desafiador os últimos seis meses do mestrado. Conciliar tudo era bem estressante, estava terminando a implementação do código, elaborando experimentos e escrevendo. Equilibrar tudo era conturbado, mas no final das contas deu tudo certo”, comemorou. Matheus também relembrou disciplinas que, em sua opinião, foram cruciais. “Aprendi muito com a matéria de Escrita de Artigos, da professora Mirella Moura Moro. Apresentação, escrita, desenvolvimento de ideias, ela nos ensinou coisas muito úteis e foi fundamental pra mim. Outra disciplina marcante foi a Teoria da Informação, do professor Mário Sérgio Alvim. Era muito clara a organização do professor e a excelente didática que tinha. Quando comecei o trabalho na IBM mexi com bibliotecas de compressão de dados, e pude aplicar o que havia aprendido na disciplina, foi sensacional. Enfim, tudo que vi e aprendi no DCC levo até hoje, tanto pessoalmente quanto profissionalmente, é um Departamento de excelência e que contribuiu muito para a minha formação”, concluiu.

Já para o professor Marcos Vieira, o Matheus foi um excelente aluno. “Sempre foi interessado, proativo e muito inteligente. Foi um orgulho para o PPGCC tê-lo como discente. No mestrado conseguiu várias publicações nacionais e internacionais, fruto de seu empenho e capacidade. Tenho certeza que terá uma carreira brilhante”, falou.

Saiba mais sobre o Matheus em seu Linkedin ou entre em contato pelo e-mail do DCC, que ele ainda utiliza frequentemente: matheus.castanho@dcc.ufmg.br

Veja a série completa

Acesso rápido