Primeiro dia de Seminário Comemorativo DCC 40 tem premiações e painéis sobre educação e história do Departamento

Teve início na manhã desta segunda-feira (05) o Seminário Comemorativo de aniversário de 40 anos do DCC. As atividades seguem até a próxima quarta-feira (07). Na abertura estiveram presentes o reitor e a vice-reitora da Universidade Federal de Minas Gerais, Jaime Arturo Ramírez e Sandra Regina Goulart Almeida, o diretor do Instituto de Ciências Exatas (ICEx), Antônio Flávio de Carvalho Alcântara, o Chefe do Departamento de Ciência da Computação, Nagib Cotrim Árabe e a Presidente da Comissão DCC 40 anos, Raquel Prates. A manhã ainda contou com a palestra intitulada Quem sabe faz a hora, não espera acontecer, proferida por Antonio Loureiro, professor do DCC.

 

As atividades do primeiro dia ainda contaram com cerimônia de homenagens e premiações e um painel com o tema Formação em Computação: Graduação e Pós-Graduação, moderado por Mirella Moro e tendo como participantes os professores Roberto Bigonha (DCC/UFMG), Carlos Ferreira (IME/USP) e Seiji Isotani (ICMC/USP). O vídeo O DCC em Palavras, produzido pelos alunos Alberto Ueda, Jordan Silva e Rafael Glater, foi o vencedor do Concurso de vídeo: ser aluno do DCC, realizado como parte das comemorações do aniversário do Departamento. Também foi entregue certificado de participação aos integrantes da Equipe C4-P, Fabio Fernandes (Sistemas de Informação), Alexandre Silva (Matemática Computacional), Gabriel Simões (Engenharia de Produção) e Victor Tostes (Engenharia de Sistemas), vencedores da primeira Hackathon do DCC.

 

Ao longo dos últimos 40 anos, o Departamento vem trabalhando fortemente no tripé de atividades que marca a Universidade: ensino, pesquisa e extensão, fato reconhecido pela administração da Universidade. Jaime Ramírez aproveitou a oportunidade para destacar o mérito do DCC no que trata da qualidade dos trabalhos desenvolvidos. O reitor salientou que uma comemoração como a organizada pelo DCC faz interagir passado, presente e futuro. As atividades na área de Computação na UFMG tiveram início ainda na década de 1960, como lembrou Antônio Flávio de Carvalho Alcântara. O diretor do ICEx ainda destacou o papel central do Departamento na transferência de conhecimento e na formação de recursos humanos.

 

Coordenando a comissão organizadora, Raquel Prates destacou o papel de participação dos profissionais que fazem parte do Departamento ao longo do ano de comemoração que teve início em dezembro de 2015. A professora salientou, ainda, que este momento de finalização das comemorações deve ser engrandecedor. As atividades dos dois primeiros dias estão voltadas para aspectos técnicos e científicos da área, ao passo que o último dia congrega eventos sociais. As atividades organizadas tratam desde a história do Departamento até as perspectivas futuras de atuação e pesquisa. Segundo Nagib Árabe, o caminho de excelência que vem sendo traçando nos últimos 40 anos construiu um legado para a área. Nagib Árabe salientou, ainda, uma das principais características atuais do Departamento: o quadro de docentes é composto por professores que ajudaram a fundar o DCC e por uma geração mais jovem, contratada nos últimos 10 anos. O DCC tem entre suas preocupações o fomento de uma adequada transição geracional, integrando os dois grupos e pensando, coletivamente, no futuro que se espera do Departamento.

 

Na segunda parte das atividades, Emília Godoy, Renata Viana e Antônio Otávio Fernandes receberam homenagem do Departamento pelos 25 anos de atividades aqui desenvolvidas. Os Chefes e Sub-Chefes de Departamento que estiveram à frente do DCC nos últimos 10 anos foram agraciados com placas comemorativas: Alberto Laender e Mariza Bigonha (2004-2006), Antônio Otávio Fernandes e Ângelo de Moura Guimarães (2007-2009), Roberto Bigonha (2009-2011, 2011-2013) e Clodoveu Davis (2011-2013), Mário Montenegro Campos (2013-2015) e Dorgival Guedes (2009-2011, 2013-2015). Ainda foram realizadas duas homenagens especiais para Lizete de Paula, secretária aposentada, e Antônia Maria da Rocha, copeira. A professora Raquel Prates foi homenageada pelo trabalho desenvolvido na Comissão DCC 40 anos.

 

Partindo do trecho da música de Geraldo Vandré que dá título à palestra proferida por Antonio Loureiro, o professor destacou que, desde os primeiros anos, o DCC soube ‘fazer a hora’, desenvolvendo pesquisas concatenadas com os desenvolvimentos tecnológicas e dando significativa atenção para o papel da extensão na Universidade. Loureiro também lembrou da importância da interação entre as gerações que hoje compõem o Departamento. Ele foi o primeiro professor do DCC a ter sua formação em Ciência da Computação realizada na UFMG.

 

Roberto Bigonha, Carlos Ferreira e Seiji Isotani dividiram suas preocupações e observações sobre a área da Computação com uma plateia composta por professores, alunos e funcionários do Departamento. Bigonha destacou em sua fala as problemáticas envolvidas na formação em Computação, aproveitando para discutir as questões da regulamentação da profissão e das diretrizes curriculares aprovadas no último mês de outubro. Carlos Ferreira lembrou a primeira vez que veio ao DCC: em 1986, ainda como aluno de graduação, participou da V Escola de Computação organizada no Departamento. O professor apontou para aqueles fatores que acredita serem positivos e negativos na formação em Computação hoje, dando especial atenção para a carga horária muitas vezes excessiva e para a descaracterização de determinados eventos e publicações acadêmicas em função dos conceitos atribuídos pela Capes. Seiji Isotani deu início a sua fala a partir da realização de um jogo educacional, testando os conhecimentos da plateia. Por fim, o professor destacou algumas das principais características dos cursos de Computação no presente, tais como internacionalização de mão única, endogenia e predominância masculinas, e apontou para aquelas que devem ser características dos cursos no futuro: interdisciplinaridade, realização de atividades colaborativas interação entre universidades e um ensino híbrido, entre outras.

 

As atividades desta terça-feira (06) serão compostas por palestras com Evando Mirra às 10h e  Jayme Luiz Szwarcfiter às 14h e painel intitulado Pesquisa e Inovação com Visão no Futuro às 16h. Na próxima quarta-feira (07) haverá caminhada e pic-nic na Estação Ecológica às 8h30.