Primeira fase da Maratona de Programação 2019 - Equipe da UFMG classificada para final

sex, 20/09/2019 - 09:45
Português, Brasil
Nesta edição, 5 equipes representaram a UFMG. Nossa equipe melhor classificada, composta pelos alunos Bruno Monteiro, Pedro Papa e Rafael Grandsire, ficou na nona colocação , garantindo uma vaga na final brasileira.

A Maratona de Programação teve, neste sábado, 14 de setembro, a primeira fase. O evento ocorreu simultaneamente em 47 cidades por todo o país, espalhadas por quase todos os estados da federação (só não ocorreu no Tocantins e Mato Grosso). 726 times de 224 universidades passaram 5 horas neste último sábado resolvendo problemas de computação formulados pela equipe chefiada pelo Prof. Vinicius Santos (UFMG). Todos as submissões eram julgadas de forma centralizada, usando o ambiente desenvolvido pelo Prof. Bruno Ribas (UnB).

Os 60 melhores times, de acordo com as regras do evento, classificaram-se para as finais brasileiras, que ocorrerão em Campina Grande, Paraíba. Os problemas da prova, placar geral e classificados para a final podem ser vistos no site do evento: http://www.sbc.org.br/maratona/

A Maratona envolveu neste sábado um total de 3324 pessoas entre competidores, técnicos, voluntários e diretores de sede. Dentre os 2198 competidores, tivemos 267 meninas (12.15%). Vale notar que havia 188 times com presença feminina (mais de 25%).

As finais brasileiras serão nos dias 7 a 10 de novembro, e acontecerão na Arena Unifacisa, em Campina Grande, com o patrocínio de VTEX, in Loco, WildLife, B2W, SAP e Microsoft. Visite o site da final: https://www.unifacisa.edu.br/maratona-final-2019/

Nesta edição, 5 equipes representaram a UFMG na competição que, em BH, foi realizada na PUC.  As equipes da UFMG tiveram um bom desempenho. Nossa equipe melhor classificada, composta pelos alunos Bruno Monteiro, Pedro Papa e Rafael Grandsire, ficou na nona colocação, garantindo uma vaga na final brasileira, a ser realizada em novembro, em Campina Grande. Outro ponto de destaque é que a equipe mais inexperiente da UFMG, composta apenas por alunos no primeiro ano de graduação, ficou em 81o, dentre as 726 equipes participantes.