Notícias da Capes

Subscrever feed Notícias da Capes
Atualizado: 4 minutos 19 segundos atrás

Encontros com universidades alinham ações do PrInt

sex, 22/02/2019 - 13:36

A Diretoria de Relações Internacionais (DRI) tem definido o ajuste das ações para execução do Projeto Institucional de Internacionalização (Print) a partir de uma série de reuniões em universidades. Nos últimos dias, as instituições de Brasília (UnB), do Rio de Janeiro (UERJ) e de Santa Catarina (UFSC) foram visitadas pela CAPES. Nesta quinta-feira, 21, a reunião foi na UFSC com pró-reitores, docentes e membros do grupo gestor do Print na universidade.

Durante a manhã, Connie McManus, diretora de Relações Internacionais, explicou detalhes do Print: “Vocês têm os recursos e a liberdade (de gestão), agora precisam dar respostas, com impacto dos resultados”. Após a apresentação, docentes esclareceram dúvidas sobre a gestão dos recursos. 

Na UFSC, o Print engloba 40 dos 43 programas de pós-graduação com nota de avaliação 5, 6 ou 7 e é composto por 27 subprojetos que preveem a interdisciplinaridade, o aprofundamento ou a construção de parcerias com instituições.

Até a próxima segunda-feira, 25, as instituições de ensino superior de Campinas (UNICAMP) e do Vale dos Sinos (UNISINOS) também receberão a visita institucional.

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Categorias: Pesquisa

Anderson Correia participa do Conselho Técnico-Científico da Educação Superior

qui, 21/02/2019 - 16:26

{youtube}JRCylk-1cwo{/youtube}

O Conselho Técnico-Científico da Educação Superior (CTC – ES) faz nesta semana sua 183ª reunião. O encontro acontece entre os dias 20 e 22 e é o primeiro de 2019.

Anderson Correia, presidente da CAPES, participou da abertura da reunião, nesta quinta-feira, 21, e destacou a importância do CTC – ES, que é responsável pelas diretrizes científicas e acadêmicas da Educação Superior.

 

Em sua fala, Correia abordou os doutorados profissionais, ensino a distância e os recursos à presidência. “Pensamos em como a gente consegue cada vez mais melhorar a qualidade e alinhar o fomento que nós temos, a avaliação, e fazer um bom uso disso. Que seja aprovado o que temos capacidade de atender e que também não deixemos de atender a sociedade”.

Nesta reunião, o CTC – ES aborda questões da Avaliação de Propostas de Cursos Novos (APCN), pedidos de reconsideração, além da elaboração de documentos. O conselho reúne os representantes da comunidade acadêmica dos três colégios: Colégio de Ciências da Vida, Colégio de Ciências Exatas, Tecnológicas e Multidisciplinar e Colégio de Humanidades.

Entre os papéis desempenhados pelo CTC - ES estão a deliberação, no âmbito da CAPES, sobre propostas de novos cursos e conceitos atribuídos durante a avaliação dos programas de pós-graduação, a colaboração na elaboração do Plano Nacional de Pós-Graduação, e a proposta de realização de estudos e programas para o aprimoramento das atividades da CAPES, entre outros.

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Categorias: Pesquisa

Começa curso do Projeto Escolas Ribeirinhas no Amazonas

qui, 21/02/2019 - 16:10

A partir da próxima segunda-feira, 25, começa em Carauari, no oeste do Amazonas, a 800 km de Manaus, o curso do Projeto Escolas Ribeirinhas, programa que emergiu do Projeto Amazônia Conectada, dirigido pelo Ministério da Defesa. A iniciativa da CAPES, por meio da Universidade Aberta do Brasil, oferta formação pedagógica a 110 professores que já lecionam na área rural no munícipio, abrangendo 60 comunidades no médio rio Juruá.

A formação será conduzida por técnicos da CAPES, que investe cerca de R$ 340 mil no projeto, e docentes do Instituto Federal da Amazônia, Ministério do Meio ambiente e das Secretarias de Educação do Amazonas e de Carauari. Além dos seminários, serão realizados diagnósticos dos professores das escolas ribeirinhas, identificando as atividades desenvolvidas em sala de aula que levam em conta o tema da água.

“Esperamos que esse projeto piloto contribua para melhorar a qualidade da educação básica Carauari, além de demonstrar que esse tipo de formação de professores produz um impacto educacional e social que pode ser multiplicado pela Capes em outras comunidades remotas do Brasil”, destaca Carlos Estevam Marcolini Rezende, Coordenador de Programas, Cursos e Formação em Educação a Distância da CAPES.

A primeira etapa do Escolas Ribeirinhas vai até 27 de fevereiro. Em julho, acontecerá a segunda fase da formação, tratando a água no âmbito da bacia hidrográfica amazônica e no planeta. Em novembro, a capacitação se encerra com o Festival das Águas, que exibirá uma mostra dos trabalhos realizados pelas escolas ao longo do ano letivo, incluindo as atividades desenvolvidas nos interstícios entre os seminários.

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Categorias: Pesquisa

Equipe do Programa de Internacionalização da CAPES visita Uerj

qua, 20/02/2019 - 19:14

A Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) recebeu nesta quarta-feira, 20, visita técnica de integrantes da Diretoria de Relações Internacionais da CAPES para apoiar o planejamento e a execução do Programa Institucional de Internacionalização (PrInt). A Uerj é uma das 36 instituições de ensino e pesquisa do País selecionadas para participar desta iniciativa.

Ao todo, 30 projetos da universidade, nas áreas de Educação, Saúde, Meio Ambiente, Engenharia, Ciências da Computação e Física, vão receber investimento de R$22,5 milhões da CAPES para a internacionalização. Durante a visita,Adi Balbinot Júnior, coordenador geral de Acompanhamento e Monitoramento de Resultados da CAPES, e Gabriela Tanajura, coordenadora do PrInt, esclareceram detalhes técnicos e burocráticos do programa.

Egberto Gaspar de Moura, sub-reitor de Pós-graduação e Pesquisa da Uerj, ressaltou a relevância dessa iniciativa: “É uma confirmação do papel de internacionalização da Uerj. É um programa muito importante para todos, tanto para pesquisadores brasileiros que desejem estudar fora do Brasil quanto para receber cientistas estrangeiros.”

Ainda neste mês, entre os dias 20 e 26, outras quatro instituições receberão a visita da CAPES: Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos) e Universidade Federal da Bahia (UFBA).

(Brasília – Redação CCS/CAPES)

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Categorias: Pesquisa

Reitores discutem melhorias para a Região Norte

qua, 20/02/2019 - 18:28

{youtube}LYQzjg41AXI{/youtube}

As atuais condições da pós-graduação na região norte do país têm chamado a atenção de representantes da educação. Para discutir melhorias, integrantes do Fórum de Reitores da Região Norte se reuniram nesta manhã, 20, com Anderson Correia, presidente da CAPES e Zena Martins, diretora de Programas e Bolsas no País (DPB).

A conversou girou em torno das possibilidades de ações conjuntas em custeio, avaliação e bolsas. Os reitores querem mais oportunidades de participação do Amazonas em pesquisa e internacionalização. Nair Portela, vice-presidente do Fórum, contou que haverá mais uma reunião entre os responsáveis e reafirmou a importância da Região Norte ser vista de maneira específica: “Isso é necessário para fortalecer a nossa formação, tanto na área da graduação, quanto na área da pós-graduação”.

A CAPES já deu o primeiro passo para dar voz ao norte do Brasil: incluiu em seu regimento a participação de um representante da região na composição do Conselho Superior. Atualmente, esse cargo é ocupado por Emmanuel Tourinho, reitor da Universidade Federal do Pará. “A CAPES tem dialogado com os polos que representam as instituições da Região Norte. É um caminho importante a ser mantido para que possamos ter na Amazônia uma capacidade de produção científica e de alavancar os desenvolvimentos econômico e social”, expressou Tourinho.

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Categorias: Pesquisa

À CAPES, Sociedade de Bioquímica apresenta projeto de formação

qua, 20/02/2019 - 15:25

Representantes da Sociedade Brasileira de Bioquímica apresentaram ao presidente da CAPES, Anderson Correia, iniciativa de combate a assimetria regional na oferta de cursos de mestrado e doutorado desta área.

A Sociedade de Bioquímica desenvolve esse programa desde 2013. O projeto envolve 15 instituições de ensino superior públicas de várias partes do País, com 250 estudantes e 81 formados.

As professoras Helena Oliveira (Unicamp) e Helena Nader (Unifesp) estiveram presentes pela Sociedade Brasileira de Bioquímica. Pela CAPES, também participou Zena Martins, diretora de Programas e Bolsas no Brasil.

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Categorias: Pesquisa

CAPES E USP discutem expansão da pós-graduação

qua, 20/02/2019 - 15:16

Representantes da Universidade de São Paulo (USP) se reuniram nesta terça-feira, 19, com dirigentes da CAPES para discutir propostas de expansão e melhoria da pós-graduação. Atualmente, a instituição tem 23 mil alunos na pós-graduação, sendo que metade deles é bolsistas da CAPES.

Participaram o presidente da CAPES, Anderson Correia, o reitor, Vahan Agopyan, o pró-reitor de pós-graduação, Carlos Gilberto Carlotti Junior, e as diretoras Sonia Báo (Avaliação), Zena Martins (Programas e Bolsas no País) e Connie MacManus (Relações Internacionais).

 

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Categorias: Pesquisa

Capacitação no exterior tem mais de 600 vagas para a educação básica

qua, 20/02/2019 - 14:26

{youtube}8SGGeBndu1E{/youtube}

Profissionais da educação básica da rede pública de ensino do País podem se candidatar às vagas para cursos de capacitação em três países: Estados Unidos, Canadá e Irlanda. Ao todo, a CAPES oferece 618 oportunidades a professores, coordenadores e supervisores pedagógicos.

A iniciativa marca a retomada dos investimentos para a educação básica com parcerias em países estratégicos na formação de professores, “valorizando a prática docente e as experiências internacionais que possam agregar mais conhecimento ao ensino brasileiro”, afirma Carlos Lenuzza, diretor de Educação a Distância e Educação Básica da CAPES.

As inscrições, gratuitas, são feitas online com preenchimento de formulário e envio de documentos pela internet. Além da passagem área, os participantes terão direito, a uma ajuda de custo, seguro de saúde e alojamento.

O edital para os Estados Unidos, em parceria com a Comissão Fulbright, é direcionado aos professores de língua inglesa. São 486 vagas para um curso intensivo de seis semanas em universidades norte americanas. Podem participar docentes da rede publicas estadual, municipal e distrital, em efetivo exercício da profissão. As inscrições vão até 17 de março.

O outro edital é promovido pelo Colleges and Institutes Canada (CICan). São 102 vagas destinadas aos professores de todas as áreas da educação básica da rede municipal, estadual e distrital. Dividido em duas partes – a primeira em um curso básico de inglês e a outra em um curso de formação, voltado para gestão de sala de aula e aprendizagem centrada no aluno. O curso terá duração de oito semanas e as inscrições podem ser feitas até 26 de março.

No caso da Irlanda, são 30 vagas para coordenadores e supervisores pedagógicos de qualquer escola da rede pública (municipal, estadual, distrital e federal). As inscrições vão até 26 de março. A parceria com o Mary Immaculate College oferece cursos de inglês, desenvolvimento de habilidades em liderança e gestão pedagógica. O curso tem duração de doze meses.

Os requisitos para concorrer às vagas estão detalhados nos editais:
http://www.capes.gov.br/educacao-basica/programa-de-desenvolvimento-de-profissionais-da-educacao-basica-no-canada
http://www.capes.gov.br/educacao-basica/programa-de-desenvolvimento-de-profissionais-da-educacao-basica-na-irlanda
http://www.capes.gov.br/cooperacao-internacional/estados-unidos/certificacao-em-lingua-inglesa

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Categorias: Pesquisa

Ministros participam da posse do novo Conselho Superior da CAPES

ter, 19/02/2019 - 16:23

Em marco inédito na sua história, a CAPES recebeu nesta terça-feira, 19, a visita de dois ministros de pastas mais próximas às atividades da instituição. Ricardo Vélez Rodriguez (Educação) e Marcos Pontes (Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação) participaram de reuniões e da posse do novo presidente da CAPES, assim como a dos novos integrantes do Conselho Superior da Coordenação.

Em reunião com Anderson Correia, os ministros discutiram projetos prioritários para as duas pastas, como o Ciência na Escola e Alfabetização, que são metas dos primeiros cem dias da gestão do Governo Federal. “Vamos trabalhar em conjunto”, afirmou Marcos Pontes. Ricardo Veléz destacou a importância do trabalho da CAPES e afirmou que “sem educação, ciência e tecnologia não teremos desenvolvimento”.

O presidente elencou suas metas à frente da CAPES: a aproximação com o setor privado, a compreensão do impacto social e regional da pesquisa, o alinhamento entre o destino dos recursos e os resultados da avaliação, a internalização e o trabalho integrado das agências de pesquisa. 

Além do novo presidente, tomaram posse no Conselho Superior da CAPES quatro representantes do governo e dois da comunidade acadêmica: os secretários do MEC Mauro Luiz Rabelo (Educação Superior) e Tânia Leme de Almeida (Educação Básica), João Luiz Filgueiras de Azevedo, do CNPq, general Barroso Magno, da Finep, Márcio de Castro Silva Filho, do Foprop, e Otávio Luiz Rodrigues Junior da USP. O conselho, que tem como um dos objetivos estabelecer prioridades e linhas orientadoras das atividades da CAPES, é formado por 20 membros.

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPE

Categorias: Pesquisa

CAPES, USP e Sociedade Brasileira de Bioquímica discutem expansão da pós-graduação

ter, 19/02/2019 - 16:14

Propostas para expansão e melhoria da pós-graduação foram apresentadas nesta terça-feira, 19, a dirigentes da CAPES. Representantes da Universidade de São Paulo (USP) e da Sociedade Brasileira de Bioquímica trouxeram sugestões e mostraram iniciativas de promoção à expansão e simetria regional na oferta de cursos de mestrado e doutorado.

As duas instituições foram recebidas por Anderson Correia, presidente da CAPES. Pela USP, participaram o reitor, Vahan Agopyan, e o pró-reitor de pós-graduação, Carlos Gilberto Carlotti Junior. As professoras Helena Oliveira (Unicamp) e Helena Nader (Unifesp) estiveram presentes pela Sociedade Brasileira de Bioquímica.

Atualmente, a USP tem 23 mil alunos na pós-graduação, sendo que metade deles são bolsistas da CAPES. Já a Sociedade de Bioquímica desenvolve desde 2013 programa que visa reduzir as desigualdades regionais na formação de mestres e doutores nesta área. O projeto envolve 15 instituições de ensino superior públicas de várias partes do País, com 250 estudantes e 81 formados.

Também participaram da reunião, as diretoras Sonia Báo (Avaliação), Zena Martins (Programas e Bolsas no País) e Connie MacManus (Relações Internacionais).

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Categorias: Pesquisa

Anderson Correia destaca importância da educação básica

ter, 19/02/2019 - 15:50

{youtube}DScsPobCvUU{/youtube}

Anualmente, coordenadores de áreas do conhecimento se reúnem para discutir a avaliação das propostas de novos cursos. Nesta segunda-feira, 18, este encontro foi marcado pela apresentação de Anderson Correia, novo presidente da CAPES.

Em seu discurso, o presidente falou sobre o orçamento, o crescimento da pós-graduação e destacou o envolvimento da Coordenação com a educação básica: “Uma ação importante que está em pauta nesse governo, é a educação básica. Tem dois programas prioritários no governo Bolsonaro: o Ciência nas Escolas e o de alfabetização. São programas grandes que vão contar com a CAPES”.

Avaliação

Coordenadores de área são consultores que supervisionam, planejam e executam as atividades de suas áreas junto à CAPES, incluindo as ações relativas à avaliação dos programas de pós-graduação. Dos 24 membros do Conselho Técnico-Científico da Educação Superior (CTC-ES), 18 são coordenadores de área. O Conselho delibera em última instância sobre propostas de cursos novos e notas atribuídas na avaliação periódica dos programas de pós-graduação.

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Categorias: Pesquisa

Nova chamada é aberta para expedição na costa brasileira

seg, 18/02/2019 - 10:11

O International Discovery Program (IODP) abre mais uma oportunidade para os pesquisadores em assuntos oceânicos: a Expedição 388 – Equatorial Atlantic Gateway. Os interessados poderão se inscrever até o dia 1º de abril, e a pesquisa acontecerá entre 26 de junho e 26 de agosto de 2020, abordo do navio Joides Resolution.

Em um feito inédito, a Expedição estudará a evolução tectônica, climática e biótica do Portal Equatorial do Atlântico, em três locais, próximos ao Platô Pernambucano (plataforma continental do nordeste brasileiro). Este projeto é voltado aos pesquisadores em nível de doutorado, pós-doutorado ou pleno, com mais de 8 anos de título, em todas as especialidades relacionadas ao tema “mar profundo”. Durante sua permanência no navio as despesas de acomodação e alimentação serão custeadas pelo Programa.

Gerson Fauth é coordenador do Instituto de paleontologia da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS) e atuará como co-chief na expedição 388. “Os brasileiros estão tendo a grande oportunidade de testar suas hipóteses através de amostras coletadas em grandes profundidades, ou seja, é uma enorme oportunidade para o mundo científico”, comentou ao convidar os cientistas a participarem do projeto. Assista abaixo o depoimento.

{youtube}6f-gbGMzqxQ{/youtube}

Expedição IODP 387 – Amazon Continental Margin
No dia 1º de fevereiro foi lançada a chamada para a expedição 387 que perfurará a parte superior da bacia da Foz do Amazonas, na margem equatorial do Brasil. Esta expedição acontecerá no primeiro semestre de 2020, entre 26 de abril e 26 de junho, e tem prazo de inscrições aberto até 1º de março.

Programa IODP
O International Ocean Discovery Program (IODP) é um programa internacional de pesquisas marinhas, que busca investigar e monitorar a história e a estrutura da Terra, a partir do registro em sedimentos e rochas do fundo do mar.
O programa reúne parte significativa da comunidade científica atuante nas ciências do mar em águas profundas de diversos países usando avançada tecnologia em perfuração oceânica.

Quer saber como funciona uma expedição marítima? Assista “O que é uma expedição”, uma produção de Cristiane Delfina, selecionada pelo edital 26/2017 para divulgação científica da expedição 369 - Australia Cretaceous Climate and Tectonics. 

{youtube}ib1r0e2Zzek{/youtube}

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Categorias: Pesquisa

CAPES acompanhará ações do PrInt nas universidades

sex, 15/02/2019 - 17:56

Apoiar o planejamento e a execução dos projetos que serão desenvolvidos no bojo do Programa CAPES-PrInt. Conhecendo a importância deste acompanhamento, a Diretoria de Relações Internacionais (DRI) iniciou nesta sexta-feira, 15, uma série de visitas às Instituições de Ensino Superior (IES) sob administração federal. A primeira parada foi na Universidade de Brasília (UnB).

Ali, coordenadores dos programas de pós-graduação, professores e membros do grupo gestor se reuniram para debater as ações a serem executadas e seus próximos passos. Adalene Moreira Silva, decana de pós-graduação da UnB, disse ter sido excelente a experiência, pois ajudou a “esclarecer pontos importantes que estão sendo consolidados dentro da aprendizagem”.

Já Adi Balbinot, coordenador de Acompanhamento e Monitoramento de Resultado da CAPES, tirou dúvidas dos presentes e ressaltou a necessidade da ação: “Nada melhor do que nós virmos aqui demonstrar a importância do planejamento estratégico e do envolvimento de todos os coordenadores de projetos”.

Ainda neste mês, entre os dias 20 e 26, cinco outras instituições federais de diferentes estados receberão a visita da CAPES. São elas: Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS) e Universidade Federal da Bahia (UFBA).

 {youtube}RqHg3sxJ1VE{/youtube}

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Categorias: Pesquisa

Presidente da CAPES recebe troféu Liderança Globalmente Responsável

qui, 14/02/2019 - 15:42

Anderson Correia, presidente da CAPES, recebeu na noite desta quarta-feira, 13, o troféu Liderança Globalmente Responsável, concedido pelo Instituto Superior de Administração e Economia (ISAE), de Curitiba (PR). A iniciativa faz parte do Prêmio Ozires Silva de Empreendedorismo Sustentável, que reconhece anualmente personalidade de destaque por seu papel transformador e inspirador na sociedade.

Correia recebeu a homenagem da 12ª edição do prêmio devido a seu trabalho como reitor do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), em projetos científicos e parcerias internacionais. Engenheiro civil, o presidente da CAPES é formado pela Universidade Estadual de Campinas, mestre em Engenharia de Infraestrutura Aeronáutica pelo ITA e doutor em Engenharia de Transportes pela University of Calgary, no Canadá. O troféu foi entregue pelo presidente do ISAE Escola de Negócios, Norman de Paula Arruda Filho.

Além do troféu Liderança, o ISAE premia projetos na área de empreendedorismo em quatro categorias: social, ambiental, econômica e educacional, para empresas, estudantes e pessoa física. O objetivo é identificar e reconhecer o empreendedorismo e a sustentabilidade nos principais setores de atividades econômicas do Brasil, incentivar a geração de projetos que visem ao aumento da competitividade das empresas e estimular a geração de trabalhos acadêmicos técnicos e científicos.

O ISAE, parceiro da Fundação Getúlio Vargas, oferta cursos de graduação, pós-graduação (especialização, mestrado e doutorado) e capacitações em desenvolvimento social, empresarial e econômico. Ozires Silva é engenheiro formado pelo ITA e destaca-se por sua contribuição no desenvolvimento da indústria aeronáutica brasileira. Foi um dos fundadores da Embraer, presidente da Petrobras e ministro da Infraestrutura.

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Categorias: Pesquisa

Novidade no Portal de Periódicos: chegou o Sciberbrain

qua, 13/02/2019 - 16:27

Uma parceria entre a CAPES e a The Biochemical Society trouxe para o Portal de Periódicos mais uma novidade: o acesso ao Sciberbrain. Este é um site que incentiva crianças e adolescentes a estudarem em grupo, com os recursos oferecidos pelo site: https://sciberbrain.com.br/.

Nele é possível encontrar conteúdos sobre ciências, da educação básica à avançada, tais como engenharia genética, células-tronco, evolução, química cerebral, testes clínicos e vacinas. Os recursos oferecidos no programa incluem vídeos, questionários, perguntas e respostas que podem ser usados por pais e professores como uma forma de incentivar a discussão em grupo entre os alunos.

Em 2016, o Sciberbrain – cuja primeira versão foi desenvolvida em 2009 pela The Biochemical Society, no Reio Unido – foi submetido a uma avaliação, com um parecer positivo, pela Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular (SBBq), uma organização cientifica sem fins lucrativos, cujo objetivo é incentivar a investigação cientifica.

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Categorias: Pesquisa

Mar profundo: a emoção de quem já participou de uma Expedição IODP

qua, 13/02/2019 - 16:03

A Expedição IODP 387 – Amazon Continental Margin está com prazo de submissão de propostas aberto até o dia 1º de março. A chamada é para atuar no Navio de Pesquisa JOIDES Resolution que atracará pela primeira vez no Atlântico Sul e na costa brasileira. A expedição ocorrerá entre os dias 26 de abril e 26 de junho de 2020.

Este edital busca pesquisadores em nível de doutorado, pós-doutorado ou pesquisador pleno, que tenham mais de 8 anos de título, em todas as especialidades relacionadas ao tema “mar profundo”. Durante sua permanência no navio as despesas de acomodação e alimentação serão custeadas pelo Programa. A CAPES financia a participação do Brasil no consórcio JOIDES Resolution, desde 2013.

A Expedição 387 perfurará a parte superior da bacia da Foz do Amazonas, na margem equatorial do Brasil, para recuperar uma sequência sedimentar que abrange quase todo o período cenozóico. O programa reúne parte significativa da comunidade científica atuante nas ciências do mar em águas profundas de diversos países usando avançada tecnologia em perfuração oceânica.

Gerson Fauth, que atuará como co-chief na expedição 388, em junho de 2020, convida os pesquisadores a participarem da Chamada 387: “Os brasileiros estão tendo a grande oportunidade de testar suas hipóteses através de amostras coletadas em grandes profundidades, ou seja, é uma enorme oportunidade para o mundo científico”.
{youtube}6f-gbGMzqxQ{/youtube}

Simone Mantovanelli é paleomagnetista e participou, em 2016, da expedição 366, em uma jornada que coletou materiais para investigação dos processos físicos, químicos e biológicos em uma região de vulcões de lama. Para a pesquisadora, a expedição foi a chance de convívio com cientistas renomados. Uma “experiência maravilhosa”, em suas palavras. “A oportunidade de ir para esses lugares coletar material é única”, comentou.
{youtube}spjj9z9dnK0{/youtube}

Já Bruna Dias, micropaleontóloga, seguirá na expedição 378 em janeiro de 2020, mas já exalta a parceria entre a CAPES e o programa IODP: “A ação permite a ampliação da rede de colaboração internacional com outros cientistas”. 

{youtube}u8Ewhf-Yk88{/youtube}

Programa IODP
O International Ocean Discovery Program (IODP) busca investigar e monitorar a história e a estrutura da Terra, a partir do registro em sedimentos e rochas do fundo do mar.

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Categorias: Pesquisa

Brasil e Nova Zelândia querem incrementar cooperação entre universidades

qua, 13/02/2019 - 09:57

Anderson Correia e Connie McManus, presidente e diretora de Relações Internacionais da CAPES, encontraram-se nesta terça-feira, 12, com Christopher Langley, embaixador da Nova Zelândia, e Ana Azevedo, gerente da Education New Zealand no Brasil, para discutir a cooperação acadêmica entre os dois países. A boa relação com as universidades neozelandesas, principalmente na área de agricultura, foi destaque e o Programa Institucional de Internacionalização (CAPES/PrInt) um dos pontos tratados para incrementar a cooperação acadêmica entre os dois países.

Anualmente cresce a procura de alunos brasileiros para estudar em instituições da Nova Zelândia. “A CAPES é crucial para ajudar no desenvolvimento dessa parceria educacional”, afirmou Chistopher Langley. Por outro lado, McManus pretende definir mais parcerias nos próximos anos, intensificando a já frutífera relação: “A Nova Zelândia tem universidades excelentes. Vamos discutir áreas estratégicas onde possamos aumentar essa relação, como as de artes criativas e turismo”.

Por fim, a busca de uma reciprocidade acadêmica e o aumento da participação de alunos e professores neozelandeses no Brasil, foi a expectativa de Ana Azevedo: “Gostaria muito de ver um aumento na cooperação e na mobilidade entre as universidades de ambos os países. Queremos ver mais alunos e professores neozelandeses vindo para o Brasil, participando de programas de estudo e oferecendo programas por aqui”.

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Categorias: Pesquisa

Estão abertas as inscrições para o programa CAPES-Fulbright

ter, 12/02/2019 - 14:39

Por meio de uma cooperação entre a CAPES e a Comissão Fulbright, está aberto o período de candidatura para recepção de bolsas de doutorado pleno nos Estados Unidos. O edital nº 42/2018 prevê a oferta de 20 bolsas de até seis anos que abrangem todas as 49 áreas de avaliação da CAPES. A submissão de propostas poderá ser feita até 31 de março, às 17h.

O Programa CAPES-Fulbright de Doutorado Pleno dá visibilidade à produção científica, tecnológica e cultural brasileira. Um de seus objetivos é a formação de recursos humanos de alto nível nos Estados Unidos.

No mês passado, Luiz Valcov Loureiro, diretor executivo da Fulbright, visitou a presidência da CAPES, juntamente com representantes dos EUA. Um dos assuntos conversados foi a parceria entre as instituições no incentivo aos cursos voltados à formação de professores e de mulheres engenheiras, além do estreitamento das relações com universidades americanas.

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Categorias: Pesquisa

FOPROP e CAPES: uma parceria de sucesso

ter, 12/02/2019 - 14:35

Representantes do Fórum Nacional de Pró-Reitores de Pesquisa e Pós-Graduação (FOPROP), que atualmente reúne 248 instituições de ensino superior de todas as regiões do Brasil, visitaram a CAPES em 05/2, para conhecer a nova diretoria. Além da apresentação da entidade a Anderson Correia, a autonomia das universidades na pós-graduação foi um dos pontos conversados.

Márcio de Castro, presidente do Fórum, esclareceu que a reunião serviu para se apresentar e “estender a mão”. “Temos muito interesse em continuar essa parceria que vem dando excelentes resultados para a pós-graduação no Brasil”, declarou. O FORPROP atua de forma complementar e interativa com a CAPES, a partir de grupos de trabalho, na definição de políticas de novos programas.

Sobre a avaliação dos cursos stricto sensu, De Castro defende um aperfeiçoamento no modelo atual de avaliação que inclua, também, uma autoavaliação. Este processo – que tem sido discutido entre os representantes da educação – foi adotado pela CAPES recentemente no programa CAPES - PrInt, transferindo para as instituições de ensino superior a definição sobre quais políticas serão aplicadas à internacionalização de cada instituição.

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Categorias: Pesquisa

CAPES receberá simpósio sobre desastres ambientais

sex, 08/02/2019 - 16:40

Nesta sexta-feira, 08, representantes da Society of Environmental Toxicology and Chemistry (SETAC) encontraram-se com o Anderson Correia, presidente da CAPES, para discutir a organização do simpósio Fundão Dam Science Meeting, que acontecerá nos dias 25 e 26 de junho. O evento pretende estabelecer normas para disseminar, de maneira conjunta, os resultados dos estudos – já realizados e em andamento – no planejamento de recuperação ambiental das áreas atingidas por desastres ambientais.

 

 

A discussão científica, com base no tripé ciência, governo e setor privado, terá como foco o rompimento da barragem de rejeitos que aconteceu em 2015, na cidade de Mariana (MG), e tem como público-alvo pesquisadores, consultores, funcionários de empresas e fundações, além da própria comunidade. A intenção é que as lições aprendidas a partir das pesquisas, financiadas com o apoio da CAPES, sejam também aplicadas na cidade de Brumadinho (MG), região atingida pelo mesmo problema, em janeiro desse ano.

Adalberto Luís Val, membro do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia e integrante da comissão organizadora do encontro, explicou que a CAPES foi escolhida para receber o Simpósio “pela contribuição que oferece na capacitação de pessoal”. O pesquisador citou, especificamente, um convênio com as Fundações de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG) e de Apoio a Pesquisa (FAP).

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Categorias: Pesquisa

Páginas